Páginas

terça-feira, 25 de abril de 2017


A poesia é um recurso que desenvolve principalmente a sensibilidade e a compreensão. Algumas transmitem mensagens, outras são engraçadas ou simplesmente agradam pelo jogo das rimas.
Desde a fase da educação infantil a criança deve acostumar-se a ouvir poesias bem simples, e de preferência com rimas pois estas a agradam. A poesia deve sugerir imagens do cotidiano das experiências infantis. Há belas poesias mas que apresentam conceitos abstratos, outras tratam de sentimentos e situações do cotidiano usando uma linguagem metafórica. As crianças não têm condições de apreciá-las.
Para que a criança aprenda a gostar de poesia, devemos selecioná-la com atenção às imagens que sugere, se podem ser alcançadas pela criança, como também ao vocabulário, que deve ser simples, com frases na ordem direta. A poesia deve sempre ser  agradável de ser ouvida. Na sua leitura, a emoção despertada deve ser expressa pela entonação da voz, modulando-a, adequadamente, em cada verso.
n Formas de apresentar e explorar poesias
Leitura de todo o poema para que seu sentido seja alcançado
Exploração da poesia:
- Apreciar a beleza de cada parte da poesia.
- Encenar a poesia ao som de música.
- Pintura.
- Desenho coletivo a partir de dobraduras.
- Musicar a letra.
- Fazer um jogral com uma parte da poesia cantada.
- Cópia da poesia com ilustrações feitas pelas crianças.
- Organizar uma coletânea de poesias.
Devemos ter tato e sensibilidade para sentir o que criança deseja realizar! Evitar que o momento da poesia, que deve ser de encantamento, seja prejudicado pela imposição de atividades.

Outras formas de explorar as poesias:
ü   Apresentando quadrinhas incompletas para que as crianças criem uma rima.
ü   Reescrever uma poesia ou letra de música mudando o personagem e adequando suas ações.
ü   Apresentar poesia em forma de jogral
ü   Estimular a criação de poesias a partir de um tema de interesse.

Conversa-se sobre o tema, analisando características, fazendo comparações, explorando emoções. Em seguida coloca-se música suave, faz-se silêncio, deixa-se a criança criar livremente, usando ou não rimas. O importante é a emoção poética.


Nenhum comentário:

Postar um comentário