Páginas

terça-feira, 15 de abril de 2014

A HISTÓRIA DO LIVRO

  

 Dinâmica da caixa

Em uma caixa grande estarão vários bloquinhos de anotações (em branco). Dizer à turma que ali dentro tem um tesouro a ser descoberto, mas que, infelizmente, ocorreu algo inesperado: os livrinhos estão em branco! Para mudar a história dos nossos livrinhos, os evangelizandos terão que preencher o vazio que está no interior do tesouro.

DIA DO LIVRO




VIVA O BOM LIVRO

http://www.4shared.com/music/turFWbtvce/16_16_16_Faixa_16__1_.html







domingo, 6 de abril de 2014

AS CHAVES DE HAIDÉE

José, irmão de Haidée,tinha um grande molho de chaves e se orgulhava muito delas. Com uma abria sua gaveta,com outra abria a garagem onde ficava sua bicicleta,e com a outra abria e trancava seu guarda-roupa.

Sua irmãzinha Haidée, queria ter tantas chaves como seu irmão e por isso resolveu pedir a ele que lhe arrumasse um molho de chaves tão bonito quanto o seu.

José não estava de bom humor e por isso não quis atender ao pedido da menina.

 “– O que vai fazer com tantas chaves?”, perguntou ele.

 A mãe, que ouviu a conversa dos dois e a resposta de José, teve pena da filha e foi ao seu encontro dizendo:

Não se preocupe, meu bem, logo mais vou lhe dar um molho de chaves. Pode esperar aqui mesmo no quintal, que logo lhe trarei.

Haidée estava ansiosa. Dali a pouco a mamãe voltou e lhe entregou um molho de chaves coloridas.

 “ – Para que servem elas, mamãe?”, perguntou Haidée, surpresa por ter chaves tão diferentes.

A primeira, disse a mãe,tirando uma chave amarela do molho, é uma chave de ouro chamada “BOM DIA!”. 

Com ela você vai abrir cada novo dia. Se quer que o dia seja útil e feliz, faça sol ou não, sorria todo dia ao sair do seu quarto.

A chavinha azul, continuou a mãe, é “TE AMO”.Você vai procurar usá-la muitas vezes durante o dia. O papai,a mamãe,seus irmãos e amigos ficarão felizes ao ouvir o som desta chave.

 Depois a mãe mostrou duas chaves quase iguais e explicou que as duas eram irmãs. Às vezes são um pouco difíceis de usar.

São as chaves “DESCULPE-ME” e “SINTO MUITO”. 

Haidée estava séria. Ela sabia muito bem o que a mamãe queria dizer ao falar assim.

Mas a mãe tinha outras chaves e foi apresentando uma a uma.

Estas duas chaves cor-de-rosa, disse a mãe,devem ser usadas sempre que estiver à mesa ou ao pedir alguma coisa a alguém.

Chamam-se “FAÇA O FAVOR” e “MUITO OBRIGADA”.

Enquanto falava, mamãe prendia todas as chaves com uma fita azul, acrescentando uma última que se chamava “BOA NOITE” e explicando que ela fecha os trabalhos e brincadeiras do dia e devia ser usada com voz especial,bem agradável e doce.

Assim,falou a mamãe,fará as pessoas mais felizes antes de partir para a terra dos sonhos.

“– Mamãe,gostei muito de minhas chaves,disse Haidée. Estas são as chaves mais bonitas e úteis que já vi”.

A mãe sorriu e abraçou a filha.

“– Mamãe,faça o favor de amarrar este molho de chaves aqui no meu cinto? Viu como já usei a chave “FAÇA O FAVOR”?“

– Isso mesmo,use mais uma e pode ir brincar”,respondeu a mãe dando um beijo em Haidée, que saiu correndo para mostrar seu molho de chaves às amiguinhas.





PROJETO TERRA NOSSA CASA


REGADORES











DR.BEZERRA DE MENEZES



terça-feira, 1 de abril de 2014

MONTAGEM LIVRO

CARNEIRO REVOLTADO (Neio Lucio)

1 momento no salão – um contador de histórias
2 momento na sala de aula – a historia será relembrada pelo evangelizador que trabalhará temas ligados a ela.
Por exemplo: diferença entre os seres da criação, nosso corpo e sua perfeição, lei de sociedade, objetivo da reencarnação e como vivenciamos essa oportunidade, orgulho, insatisfação, auto-estima, etc