Páginas

sábado, 31 de outubro de 2015

CÉU E INFERNO EXISTENCIAIS






CÉU E INFERNO EXISTENCIAIS


JUSTIÇA DIVINA: A CADA UM SEGUNDO AS SUAS OBRAS





MARICOTA SERELEPE

LEMBRANCINHA


TINTINO O ESPETÁCULO CONTINUA...









TINTINO





CÉU E INFERNO EXISTEM?



domingo, 4 de outubro de 2015




TINTINO O ESPETÁCULO CONTINUA
 Adaptação do livro do mesmo nome(Francisca Clotilde/Francisco Cândido Xavier) baseada na adaptação contida no livro “O Teatro na Educação do Espírito”(Walter Oliveira Alves), com a inclusão de algumas estrofes do poema “Aos amigos pequeninos” de Casimiro Cunha.

TINTINO VAI ENTRAR PELA PORTA DA FRENTE DEVAGAR DURANTE AS FALAS DE NARRADOR 1 E 2 (vivendo em muitos circos) ATÉ CHEGAR AO PALCO E SENTAR-SE DE FRENTE  PARA O PÚBLICO

NARRADOR 1:
Segue Tintino, doente,
Segue sempre, rua em rua,
Nem ele sabe onde mora,
Só sabe que continua...

Continua caminhando...
Com vontade de chegar...
Chegar aonde?!... Sozinho,
Não tem a porta de um lar...

NARRADOR 2:
Escora-se unicamente
No seu cajado.
Com noventa anos de idade
Tem o corpo inclinado à terra
E o rosto enrugado.

Foi somente palhaço,
Vivendo em muitos circos...

NARRADOR 1:
Nesse dia, estava aflito,
Sentia muitas dores
Tinha mais frio, mais febre,
Trazia a cabeça tonta.

Ah! Se tivesse uma esteira e um cobertor...
Um quarto para dormir!...

NARRADOR 2:
Lembrava a infância risonha
No rancho humilde e bem-posto.
O pai cultivando a roça,
A mãe a beijar-lhe o rosto.

Após a morte dos pais,
Agora rememorava

Levados por Deus ao Céu
Fez-se menino de circo.

Criou-se nele um palhaço...
Brincava de cena em cena.
As piruetas da arena...

NARRADOR 1:
Deram-lhe um nome: Tintino...
Isso talvez porque usasse,
Toda vez que se exibia,
Diversas tintas na face.

Recordava as grandes noites,
A música alvoroçada,
As palmas, chapéus em flores
E os gritos da criançada...

NARRADOR 2:
Quanto mais ampla era a festa,
Quanto aplauso, quanta gente!...

Agora estava cansado...

Começara a chuva leve,
Vinha a noite...
Enfrentaria geada com ventania.
Decidiu então pedir ajuda...

TINTINO VAI SE LEVANTAR E CAMINHAR ATÉ O ARMAZÉM

TINTINO:
- Será que o senhor me arranjaria um cobertor.
Estou com muito frio.

DONO DO ARMAZÉM:
- Saia daqui, beberrão!!

TINTINO:
- Cachaça, nunca bebi...

DONO DO ARMAZÉM:
- Caia fora, siga em frente!...

Este velho é conhecido,
Era palhaço e ladrão.

NARRADOR:
E Tintino foi em silêncio
Bater à casa seguinte.

TINTINO VAI EM DIREÇÃO DA CASA DE DONA ESTELA

TINTINO:
- Por favor, senhora, me ajude!! Estou doente!! Tenho frio e fome!!

DONA ESTELA:
- Vá-se, patife indecente!
Você viveu na folia,
Sem folia que se aguente!... 

TINTINO VAI EM DIREÇÃO AO BAR DO JOÃO DA LUA

NARRADOR:
O pobre mudou de rumo
Foi ao bar do João da Lua.

TINTINO:
- Por favor, me ajudem!!

JOÃO DA LUA:
- Joguem Tintino na rua!...

COM UMA VASSOURA NA MÃO, VAI EXPULSAR TINTINO DANDO VASSOURADAS NELE

- Saia fora daqui!!!

TINTINO VAI RECEBER AS VASSOURADAS, SE ARRASTA CONFORME A NARRAÇÃO ATÉ SENTAR-SE NO MEIO DO PALCO E DEPOIS SE DEITAR...

NARRADOR:
Tintino arrastou-se a todo custo,
Pôs-se, ao longe, na calçada;
Recebera nas costelas
Vigorosa vassourada.

Caíra a noite...
Tintino queria amparo,
Mas não surgia ninguém
O pobre não mais se erguera;
O vento gelava tudo.

Por fim, dormiu e sonhou...

NARRADOR 1 e 2 SAEM DE CENA PARA SE PREPARAREM PARA A 2.a PARTE

TINTINO DESENCARNA E VAI SER LEVADO POR UM PALHAÇO JÁ DESENCARNADO

ENTRA UM OUTRO PALHAÇO, REPRESENTANDO UM PALHAÇO DESENCARNADO E LEVA TINTINO PARA O PLANO ESPIRITUAL.

 RETIRADA DO CENÁRIO/ COLOCAÇÃO DO NOVO CENÁRIO –  CIRCO ENQUANTO ISSO  TINTINO MUDA DE ROUPA
MÚSICA: Pensamento Sideral – Grupo Alma Sonora – cd

TINTINO VOLTA ENTRANDO PELA PORTA DA FRENTE JÁ COM UMA ROUPA AZUL, BRILHOSA. VÊ TUDO DIFERENTE, TENTA ENTENDER O QUE ESTÁ ACONTECENDO. JESUS SURGE .TINTINO SE ADMIRA COM A SUA PRESENÇA.

 JESUS:
- Tintino, você chegou à grande libertação.
Você construiu no circo,
Servindo de bom humor,
O caminho que o trouxe agora
Ao reino de paz e amor.

TINTINO:
- Diga, Senhor... quem me fala?

JESUS:
- Eu sou Jesus!...

JESUS E TINTINO SE ABRAÇAM EMOCIONADOS

JESUS:
- Venha, Tintino, sente-se ali. O espetáculo de hoje é em sua homenagem.

TINTINO SENTA-SE NO LUGAR DETERMINADO, JESUS SAI DE CENA, O APRESENTADOR ENTRA COM MÚSICA DE CIRCO AO FUNDO

APRESENTADOR:
- Senhoras e senhores...Sejam bem-vindos ao Mundo Espiritual. Hoje nosso espetáculo será em homenagem ao palhaço Tintino e a todos aqueles que, como ele, fazem o bem na Terra.

ENTRAM AS CRIANÇAS VESTIDAS DE DIVERSOS PERSONAGENS DE CIRCO: , DANÇARINA, PALHAÇO, MÁGICO, TRAPEZISTA, MALABARISTA, DOMADOR, etc
SE ARRUMAM NO PALCO
UMA CRIANÇA ESTARÁ COM UM BUQUÊ DE FLORES. SAI DO SEU LUGAR E ENTREGA A TINTINO

CRIANÇA COM BUQUÊ DE FLORES:
- Tintino, você sempre se preocupou em fazer as crianças felizes. Agora as crianças se preocupam em fazer você feliz.

A CRIANÇA ENTREGA O BUQUÊ DE FLORES A TINTINO E VOLTA
PARA O LUGAR.

OUTRA CRIANÇA FALA, SEM SAIR DO LUGAR.
CRIANÇA:
- Nós ensaiamos uma música para cantar para você, Tintino.

AS CRIANÇAS CANTAM
 MÚSICA: “O bem” – Tia Vilma

Seja pobre ou seja rico
Bem sabido, um gênio até
Tudo o que você sabe, tudo o que você tem
Não traduz bem o que você é

Verdadeiro só é o bem
O bem, o bem que se faz
Quando a gente faz um bem a alguém
Quanto bem este bem nos traz
Quando a gente faz um bem a alguém
JESUS ENTRA EM CENA NOVAMENTE E FALA PARA TINTINO
JESUS:
- O Céu vela sobre todos,
Não há serviço infecundo;
Eu sei que você chorava
Embora alegrando o mundo...

O circo pagou a graça
Que você distribuiu
Mas Deus lhe premia agora
As dores que ninguém viu.
ENTRA O MÁGICO
MÁGICO:
As minhas mágicas são apenas truques. O grande mágico é Deus: transforma um corpo velho e doente, num moço cheio de alegria, fazendo feliz aqueles que durante toda a vida fizeram os outros felizes. 

ENTRA O PALHAÇO(O MESMO QUE LEVOU TINTINO)

PALHAÇO:
-Tintino teve o seu corpo espiritual transformado de acordo com as suas ações no mundo. Quem muito deu alegria aos outros merece ser feliz. Bem-vindo, Tintino, ao nosso mundo de paz e alegria!! 

JESUS:
- Essas crianças aqui reunidas, Tintino, representam todas as crianças para as quais você levava o pão da alegria. Elas querem passar alguns conselhos aos pequenos que se encontram nesse momento na Terra.

ALGUÉM DÁ O MICROFONE PARA AS CRIANÇAS QUE VÃO PASSANDO DE UMA PARA A OUTRA

CRIANÇA 1:
Meu amigo pequenino,
Que já pensa, que já lê,
Nosso Pai que está nos Céus
Tudo sabe, tudo vê.

CRIANÇA 2:
Escuta-lhe as orações
De graça, louvor e fé...
Vê seu pente, sua escova,
Sua roupa, seu café.

CRIANÇA 3:
Acompanha-lhe, bondoso,
Os estudos e os brinquedos;
Para seus olhos divinos,
Não há sombras, nem segredos.


CRIANÇA 4:
Observa, atentamente,
Suas palavras e ações,
No lar e na escola amiga,
Na rua e nas refeições.

CRIANÇA 5:
Sorri, contente e feliz,
Por encontrá-lo no bem;
Mas, se você faz o mal,
Lamenta como ninguém.

CRIANÇA 6:
Conforme agimos na vida,
Concede-nos de seus dons;
Se dá correção aos maus,
Premia e conforta os bons.

CRIANÇA 7:
Trabalhe e estude, contente,
Sem descuidos de você.
Não se esqueça, meu pequeno,
Que Deus tudo sabe e vê.




ENTRAM A MOCIDADE E O GRUPO DE ESTUDOS PARA CANTAR
Música: “Sorriso” – Grupo AME

Ah, faz da tua vida
Um sorriso de esperança
Sorria, sorria . . .
E alegra aquele que apenas tem
Lágrimas de dor para mostrar
E, com a tua voz,
Segue em frente no caminho
E canta, e canta . . .
Para quem não tem razão mais pra cantar
Mostra a eles que o amanhã será melhor
Será feliz, se houver sorriso,
Se houver canção, coragem e fé
Sorria, sorria e canta, e canta . . .

APÓS A MÚSICA TODOS SAEM POR ENTRE AS FILEIRAS JOGANDO PEDACINHOS DE PAPEL PRATEADO OU DOURADO SOBRE A PLATÉIA ENQUANTO SERÁ PASSADO UM VIDEO COM A MÚSICA “ALEGRIA” DO CIRQUE DU SOLEIL.



ADAPTAÇÃO - GRUPO ESPÍRITA JOANA D'ARC
DEPARTAMENTO DE INFÂNCIA E JUVENTUDE