Páginas

domingo, 2 de novembro de 2014

O MESTRE E O APÓSTOLO





1-O MESTRE E O APÓSTOLO(Emmanuel – Francisco Cândido Xavier)

1-Luminosa, a coerência entre o Cristo e o Apóstolo que lhe restaurou a palavra.
2-Jesus, o Mestre.
3-Kardec, o Professor.
4-Jesus refere-se a Deus, junto da fé sem obras.
5-Kardec fala de Deus, rente às obras sem fé.
6-Jesus é combatido, desde a primeira hora do Evangelho pelos que se acomodam na sombra.
7-Kardec é impugnado desde o primeiro dia do Espiritismo, pelos que fogem da luz.
2-Jesus caminha sem convenções.
3-Kardec age sem preconceitos.
4-Jesus exige coragem de atitudes.
5-Kardec reclama independência mental.
6-Jesus convida ao amor.
7-Kardec impele à caridade.
2-Jesus consola a multidão.
3-Kardec esclarece o povo.
4-Jesus acorda o sentimento.
5-Kardec desperta a razão.
6-Jesus constrói.
7-Kardec consolida.
2-Jesus revela.
3-Kardec descortina.
4-Jesus propõe.
5-Kardec expõe.
6-Jesus lança as bases do Cristianismo, entre fenômenos mediúnicos.
7-Kardec recebe os princípios da Doutrina Espírita, através da mediunidade.
2-Jesus afirma que é preciso nascer de novo.
3-Kardec explica a reencarnação.
4-Jesus reporta-se a outras moradas.
5-Kardec menciona outros mundos.
6-Jesus espera que a verdade emancipe os homens; ensina que a justiça atribui a cada um pelas suas obras e anuncia que o Criador será adorado, na Terra, em espírito.
7-Kardec esculpe na consciência as leis do Universo.
1-Em suma, diante do acesso aos mais altos valores da vida, Jesus e Kardec estão perfeitamente conjugados pela Sabedoria Divina.
2-4-6- Jesus, a porta.

3-5-7- Kardec, a chave.